terça-feira, 5 de novembro de 2013

"BENDITA TERRA"

 "BENDITA TERRA"

Não pergunte porque e nem qual o motivo
Pare por uns minutos e reze agradecendo.
Neste começo de um novo dia,
Tenha sempre a esperança em realizar os seus sonhos.
A família são e serão o seu alicerce, a base de sua vida.
Bendita chuva que limpa o ar e irriga a terra
O sol que enche de vida o nosso planeta.
Os professores, que se dedicam a guiar os nossos passos.
Os verdadeiros amigos, sem eles nós não caminhamos.
Os que nos odeiam, ou carregam inveja ou rancor,
Afinal são eles que nos motivam a ser cada dia melhores
O alimento que chega , ele é fruto do trabalho de alguém
As dificuldades e os que te criticam,
Eles serão as molas que te impulsionarão para o topo
Os que humilham-te e escravizam-te
São os pobres infelizes que estão secos por dentro,
Os que te amam de verdade,
É por eles que a vida vale a pena ser vivida
Valorize cada segundo da sua vida, e não o desperdice com lamentações.

Isabel Morais Ribeiro Fonseca


sábado, 2 de novembro de 2013

"VAZIO DA NOITE"

"VAZIO DA NOITE"

No silêncio da noite vazia
É donde vem a inspiração
Ouço apenas os sons do vento
Da chuva que bate na janela
Hoje vivo no silêncio das fragas
Gastadas por lágrimas de dor
Invadidas pelo musgo do tempo
Nas lembranças que insistem em ficar
No silêncio da noite vazia
Ouço apenas os sons do vento.

Isabel Morais Ribeiro Fonseca